0

Dicas LPI – Boot do Sistema

admin 31 de agosto de 2015

Dicas para Certificação LPI

 

Dando continuidade aos estudos para obtenção da certificação LPI, iremos abordar sobre a inicialização do sistema, os dispositivos e serviços necessários para tal, além de seus aspectos relevantes. Vamos ao que interessa!!!

Bootloader – Carregador de Boot

Existem dois principais programas responsáveis pelo carregamento de um Sistema Linux: o Grub e o Lilo, também conhecidos como bootloader  (carregador de boot). Em termos de popularidade perante as distribuições. o Grub destaca-se. O funcionamento de ambos são semelhantes, antes de carregar o kernel, o bootloader apresenta um prompt no qual é possível alterar o comportamento padrão de carregamento bastando somente apertar a tecla [ESC]  ou [TAB] para que o prompt apareça. Após entrar no menu do Grub , pressione a tecla [e] para entrar no submenu de inicialização.

Desbravando o Grub

Para passar argumentos ao kernel, é necessário escolher a linha que inicializa com termo “kernel” e novamente apertar a tecla “[e]’, conforme figura abaixo:

Outras utilidades para os parâmetros no boot são indicar o kernel a carregar, passar parâmetros de configuração e alterar o runleavel (nível de execução) inicial. Grande parte obedece o formato item=valor.

 

Continuando nossos estudos para obtenção da certificação LPI, iremos dar prosseguimento no assunto iniciado no último artigo, apresentando alguns parâmetros da inicialização.

É possível passar parâmetros para os módulos compilados estaticamente no kernel. Para que os parâmetros sejam passados para inicialização do sistema, é necessário ser incluídos na instrução append no arquivo /etc/lilo.conf ou/boot/grub/menu.lst do Grub. Podemos também alterar o runleavel inicial do sistema. Os parâmetros aceitos são s, single, S,1,2,3,4,5. Se nenhum parâmetro for especificado será utilizado o que está especificado no /etc/inittab.

 

Depois de uma pequena pausa, daremos continuidade aos nossos estudos para obtenção da certificação LPI, iremos dar prosseguimento no assunto, abordando sobre as mensagens de inicialização.

Em algumas distribuições Linux (Ubuntu, Fedora entre outras) as mensagens de inicialização são suprimidas tendo em seu lugar uma tela de abertura (splash screen). Do ponto de vista estético é até interessante, porém atrapalha na realização de um diagnóstico de possíveis problemas. Caso queira retirar, basta comentar as opções quiet e splash da linha de carregamento do kernel. Portanto, dessa forma serão exibidas as mensagens de diagnóstico e possíveis mensagens de erro referentes a hardware e software.

 

Dissecando as etapas de inicialização :

 

Podemos observar as seguintes mensagens na inicialização:

  1. Partição (hd0,hd1 e etc);
  2. Sistema de arquivos (x82, x83…)
  3. Informações da BIOS;
  4. Informações de hardware e serviços;
  5. Partições do fstab;
  6. Serviços.

Para inspecionar o processo de inicialização do sistema é usado o comando dmesg.  As mensagens do carregamento são armazenadas em /var/log/dmesg , além de outras mensagens do kernel, que podem ser checadas dentro do arquivo /var/log/messages.

 

 

Fonte: http://sejalivre.org/dicaslpi-101-2-inicio-boot-do-sistema-parte-3/

Comments are closed.

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!